Instituto Superior Técnico

Área de Transferência de Tecnologia do IST

Inovação e Empreendedorismo

Crie a sua Empresa

Algumas das mais bem sucedidas empresas nacionais de base tecnológica tiveram origem no Técnico.

O IST não cria empresas.

São os investigadores, alunos e docentes que aproveitam da melhor forma o que a Escola lhes providencia e transferem essas competências para o mercado, arriscando, criando valor económico para os acionistas, criando emprego e mostrando, através do seu exemplo, como pode ser relevante a transferência da tecnologia do IST para o desenvolvimento económico de Portugal.

Fundamentalmente, estes empreendedores colocam ao dispor da sociedade o conhecimento gerado no IST. Um serviço valiosíssimo que prestam à Escola e ao país.

A ambição do Técnico é tornar-se uma referência internacional na área do empreendedorismo de base tecnológica, atraindo alunos, investigadores e docentes motivados para a criação de empresas no contexto competitivo global.

IST: Apoio à criação de Empresas

O IST dispõe de alguns mecanismos próprios de apoio os alunos, investigadores e docentes que queiram criar empresas com base em conhecimento gerado no IST. Estes serviços estão relacionados com a propriedade intelectual do IST e podem incluir:

  • Análise de oportunidade de negócio;
  • Facilitação de contactos com agentes relevantes;
  • Elaboração de contratos de exploração de propriedade intelectual.

Para utilizá-los, é fundamental que os promotores conheçam o regulamento da propriedade intelectual do IST, bem como os procedimentos internos da Escola.

Os promotores do Técnico podem utilizar o template elaborado pela TT@IST para apresentarem o projeto a entidades vocacionadas para investir em start-ups tecnológicas.

Recursos

Em 2012 o Instituto Superior Técnico apoiou a criação de um fundo de capital de risco vocacionado para os empreendedores do IST – fundo ISTART I. Atualmente o IST não dispõe de fundos de capital de risco.

Existem diversas formas de acesso a recursos para o arranque e desenvolvimento de uma empresa, que devem ser exaustivamente explorados pelos promotores.