Instituto Superior Técnico

Área de Transferência de Tecnologia do IST

Sessões de 2017

Sessão 1: SERÁ QUE A MINHA IDEIA É PATENTEÁVEL?

Objetivo: Identificar e compreender o que é patenteável, bem como ser capaz de identificar as limitações quanto ao objeto e quanto à patente/modelo de utilidade com recurso a estudo de exemplos.

Programa:

  1. O que é patenteável?
  2. Limitações quanto ao Objeto;
  3. Exemplos do que pode ser e o que não pode ser patenteável;
  4. Limitações quanto à Patente;
  5. Exemplos do que pode ser e o que não pode ser patenteável;
  6. Limitações quanto ao Modelo de Utilidade;
  7. Exemplo do que pode ser e não pode ser patenteável.

Sessão 2: QUAL O ÂMBITO DE PROTEÇÃO DA MINHA INVENÇÃO?

  • 26 setembro 2017
  • 16h30
  • Campus da Alameda – Sala iStart (Pav. Matemática, Piso -1)

Objetivo: alertar o participante para  a importância e o papel das reivindicações numa patente; o participante deverá também ficar sensibilizado para com os cuidados a ter na escrita das mesmas.

Programa:

  1. Enquadramento Legal;
  2. Análise da Forma;
  3. Exemplos do que pode ser e do que não pode ser patenteável;
  4. Categorias de Reivindicação;
  5. Clareza das Reivindicações;
  6. Terminologia;
  7. Estratégia de Redação;
  8. Testar a Redação;
  9. Conclusões.

Sessão 3: SERÁ QUE O MEU PROGRAMA DE COMPUTADOR É PATENTEÁVEL?

  • 26 outubro 2017
  • 16h30
  • Campus da Alameda – Sala Q01  (Pav. Química)

Objetivo: identificar os requisitos de patenteabilidade de invenções implementadas por computador, bem como identificar as características que contribuem para o caráter técnico de uma invenção desta natureza.

Programa:

  1. Propriedade Intelectual e Propriedade Industrial (objetos de proteção e respetivas modalidades)
  2. Invenções e sua Proteção;
  3. Critérios de Patenteabilidade e sua Análise;
  4. Introdução às Invenções Implementadas por Computador (definição, algoritmos, áreas de atividade abrangidas, formulações típicas de reivindicação);
  5. Interpretação e Aplicação da Lei (“criação” e invenção; caráter técnico; puras abstrações intelectuais);
  6. Prática de Exame;
  7. Exemplos.