Instituto Superior Técnico

Área de Transferência de Tecnologia do IST

Sessões de 2019

Sessão 4 – Será que o meu programa de computador é patenteável?

Invenções Implementadas por computador – IIC

Inscreva-se aqui! Vagas limitadas.

  • 21 de novembro de 2019
  • 10h
  • INESC-ID, Av. Alves Redol 9 – Sala 020 (rés do chão)

Formadores e Examinadores do INPI: Eng. Rui Bento

Público-alvo: Público com conhecimentos básicos sobre proteção das invenções e público com potencial interesse em requerer proteção para invenções implementadas por computador.

Objetivos: O participante no final desta ação deverá ser capaz de entender a importância e o papel das reivindicações numa patente; deverá também ficar sensibilizado para com os cuidados a ter na escrita das mesmas.

Conteúdo programático:

1. Introdução às Invenções Implementadas por Computador:

  • definição,
  • algoritmos,
  • áreas de atividade abrangidas,
  • formulações típicas de reivindicação;

2. Interpretação e Aplicação da Lei: “criação” e invenção; caráter técnico; puras abstrações intelectuais;

3. Identificação das características que contribuem para o caráter técnico e das que não contribuem para o dito caráter;

4. Exemplos.

 

Sessão 3 – Como escrever as reivindicações de uma invenção?

  • 24 de outubro de 2019
  • 16h30
  • Campus da Alameda – Sala V1.02 (Pav. de Civil, 1º piso)

Formadores e Examinadores do INPI: Eng. Tiago Leitão

Público-alvo: Público com conhecimentos básicos de PI e que possa já ter tido contacto direto com qualquer pedido de patente.

Objetivos: O participante no final desta ação deverá ser capaz de entender a importância e o papel das reivindicações numa patente; deverá também ficar sensibilizado para com os cuidados a ter na escrita das mesmas.

Conteúdo programático:

  1. Enquadramento Legal
  2. Análise da Forma
  3. Reivindicações Independentes e Dependentes
  4. Categorias de Reivindicação
  5. Clareza das Reivindicações
  6. Terminologia
  7. Estratégia de Redação

 

Sessão 2 – Tive uma ideia, será original?

  • 26 de setembro de 2019
  • 16h30
  • Campus da Alameda – Sala Q01 (http://bit.ly/local-Q01)

Formadores e Examinadores do INPI: Eng. Isabel Nunes

Público-alvo: Este módulo destina-se potencialmente a todos os públicos, mas será especialmente útil para aqueles que têm intenção de requerer um pedido de patente ou são potenciais requerentes.

Objetivos: O participante, no final desta ação, deverá ser capaz de compreender qual o melhor caminho a seguir para proteger uma invenção.

Conteúdo programático:

  1. Tenho uma invenção?
  2. Qual o estado da técnica? Internet + INPI
  3. Palavras-chave
  4. Classificação
  5. Operadores Booleanos
  6. Bases de dados
    • ESP@CENET (EPO)
    • USPTO (EUA)
    • PATENTSCOPE (OMPI)
    • IPDL – Japão

 

Sessão 1 – A minha invenção poderá vir a ser uma patente?

 

  • 27 de junho de 2019
  • 12h30
  • Campus da Alameda – Sala iStart (Edifício de Matemática, Piso -1)

Formador e Examinador do INPI: Jorge Cunha

Público-alvo: em geral.

Objetivos: O participante no final desta ação deverá ser capaz de compreender e identificar os conceitos gerais relativos aos requisitos de patenteabilidade necessários à concessão de pedidos de patente e de modelos de utilidade, bem como ser capaz de compreender as diferenças entre patente e modelo de utilidade face aos requisitos de patenteabilidade e de apreender possíveis motivos de recusa com base nestes requisitos.

Conteúdo programático:

  1. Conceito de invenção
  2. Conceito de patente e modelo de utilidade
  3. Critérios de patenteabilidade
  4. Definição de Novidade
  5. Exemplos – Novidade
  6. Definição de Atividade Inventiva
  7. Diferença entre patente e modelo de utilidade
  8. Conceito de “evidente” e perito na especialidade
  9. Abordagem Problema – Solução
  10. Exemplos – Atividade Inventiva
  11. Definição de Aplicação Industrial
  12. Exemplos – Aplicação Industrial